Prémio Nobel da Literatura 2017

Prémio Nobel da Literatura 2017

Kazuo Ishiguro

autor, entre outros, de Os despojos do dia e Nunca me deixes


terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Por ocasião da morte da Rosa Lobato Faria - excerto do livro "Os três casamentos de Camilla S."

"Escrevo cada vez mais devagar, porque fico horas e horas absorta, a pensar tanto na vida como na morte. São partes do mesmo todo, julgo mesmo que a morte é uma espécie de recompensa pela missão cumprida, é espantoso como, à medida que envelhecemos, nos são dados os mecanismos de aceitação desse acontecimento inevitável. Não só nos conformamos, isso seria pouco, como nos damos conta de que começamos a amar a própria morte, a considerá-la bem-vinda e sobretudo a considerá-la boa e natural.
Passamos a imaginar que, seja o que for que encontremos do lado de lá, será agradável,repousante, pacífico.
(...)
E mesmo que a minha alma, em cuja imortalidade eu acredito, não guarde memória do que fui em vida, levará a marca da minha humanidade pelos tempos dos tempos."

Sem comentários:

Enviar um comentário