segunda-feira, 28 de junho de 2010

As Esquinas do Tempo, Rosa Lobato de Faria (Porto Editora)

    Ainda não me decidi acerca do que achei deste livro. Foi, sem dúvida, um livro que em agarrou. Mesmo em época de exames, bastaram-me dois dias para o ler de fio a pavio. A história é, sem dúvida criativa e a escrita inteligente. Seguimos o percurso de Margarida Saldanha, uma professora de matemática que, quando convidada para um conferência no Norte,tropeça inesperadamente na Esquinas do Tempo, voltando cem anos atrás e tomando o lugar da sua Bisavó Margarida. É recorrente o paralelismo dos diferentes momentos que seguem no livro, com aquele que já havia lido no livro A Trança de Inês. Apesar de ser uma ideia gira, perde por ser repetida. As histórias de amor que se nos deparam são verdadeiramente arrebatadoras e, no entando, o enredo desenrola-se demasiado rápido e quando dei por mim a fechar o livro, apercebi-me que parte dos mistérios de família que começaram a ser desvelados não foram concluídos. Gostei do livro, sim, mas penso que tem muitas ideias que carecem de desenvolvimento...

2 comentários:

  1. Olá. Sabes este parece-me ser daqueles livros que ao fim de poucas páginas, já sabes o rumo que vai tomar.

    Apesar de não o ter lido sinto que já o "li", por ter os seus pilares assentes em clichês, em todo o caso a premissa parece ser interessante q.b. . Tenho saudades de ler um livro arrebatador.

    =*

    ResponderEliminar
  2. Não é exactamente assim... Mas podia ter retirado mais do livro...

    ResponderEliminar