Prémio Nobel da Literatura 2017

Prémio Nobel da Literatura 2017

Kazuo Ishiguro

autor, entre outros, de Os despojos do dia e Nunca me deixes


quinta-feira, 11 de março de 2010

"A ilha debaixo do mar", Isabel Allende (Edições Inapa)

    É tão bom apaixonarmo-nos por um livro, e este foi uma paixão às primeiras páginas...
    A história decorre quase toda no continente americano - São Domingo que depois se torna Haiti, Cuba, Louisiana, Boston - mas é assombrada pela história e tradições africanas e europeias.
    Seguimos a vida da escrava Tété (Zarité), da relação com o amo Valmorain e da descendência comum, ao longo dos diferentes lugares onde se vão fixando, fugidos das sucessivas revoltas escravas e das retaliações francesas.
    Ao longo da vida, Tété descobre que acabar com a escravatura não significa acabar com a discriminação e que em qualquer pessoa, independentemente da cor ou origem, se pode encontrar amor e compaixão ou, pelo contrário, raiva e desprezo pelos outros. Descobrimos com ela que se pode conciliar medicina ocidental com remédios feitos de ervas e magia negra, e o deus católico com práticas e crenças africanas e com o vodu.

    Tété, Hortense, Rosette, Maurice, Sancho, Valmorain, Parmentier, Adéle...são pedaços deste mosaico de culturas e geografia que nos atraiem irresistivelmente e apelam à leitura sem interrupção.

1 comentário:

  1. Por algum motivo, não me apaixonei... Apesar de ter um pano interessante, não consegui que me arrebatasse...

    ResponderEliminar